PLR – Ilusão de riqueza e Ilusionismo contra o trabalhador

Avaliador de PLR – Quanto equivale no seu salário mensal o total da PLR

Avaliador de PLR – Valor REAL no tempo

Inúmeras rubricas, nomes, formas, motivos, mas a soma não aumenta para todos. Vão inventar mais uma sigla para dividir o orçamento de salários e dizerem que estão pagando algo a mais. Isto é ilusionismo ? !!! As verbas somente são remanejadas entre os que ganham mal e os que ganham pior. Quem ganha mais passa a ganhar muito mais. Tem sido assim com a PLR. Para aumentarem e pagarem o bônus, só p/ gerentes, e a PLR dos Diretores, diminuem os valores de todos os demais trabalhadores.

A categoria petroleira foi iludida pela questão da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), foi, porque, agora, começa a perceber que essa parcela, que deveria ser um diferencial em sua remuneração anual, não acompanhou os LUCROS, crescentes e recordes e, NUNCA, foram considerados os RESULTADOS gigantescos construídos ao longo dos últimos anos. Portanto, NUNCA pagaram a parcela referente ao R, da PLR, o R de RESULTADOS.  Criação dos Trabalhadores (com narração)  Desconsiderar tudo isso é certo? É ético? É legal?

Na verdade, a PLR tem sido o Pagamento Lento e Retardado do que deveria ter sido pago ao longo do ano, isto é, PLR é o atrasado para quitar os boletos com juros e multas . . . pura ilusão. É o pagamento atrasado, normalmente, 1 ano e uns 6 meses de atraso, e corroído pela inflação do ano e meio.

Os trabalhadores aceitaram a redução de seus salários mensais (O BNDES paga 54,84% mais do que o salário da PETROBRAS mas A Questão é Outra) em troca de uma participação variável que honrasse seus esforços, resultados e lucros, mas o pior vem acontecendo: o sujeito que avança de nível, não vê aumento em sua PLR, e o sujeito que não avança, tem sua PLR diminuída.  Todos perdem, pois a inflação destrói o valor do dinheiro, e os aumentos de nível são descontados com a redução/manutenção de um valor de PLR corroído pela inflação. Desse modo, até quem deveria avançar pelo mérito, fica parado, verdadeiramente, sem o aumento de sua remuneração anual.

A contradição, total, é o contraste entre a realidade e a ilusão de quem está “vendo” de fora, que superestima um valor, que se refere a todo um ano de trabalho e que é pago em uma única vez, ou em duas vezes!   Fica parecendo muito, quando, na verdade, se fosse pago mensalmente e incorporado nos salários, teríamos um valor bem pequeno. Por exemplo, uma PLR de R$ 15.000,00, não chega a uns R$ 400,00 por mês, incorporados ao salário, isto é, PLR é para iludir o trabalhador e todo o público externo que fantasia com os números mágicos dos milhões e bilhões criados pelos trabalhadores, mas que não chegam a nenhum deles.

Consulte o Avaliador de PLR para ver quanto a PLR significa de acréscimo em seu salário mensal. –Avaliador de PLR – Quanto equivale no seu salário mensal o total da PLR

Depois, verifique o quanto a inflação corroeu o valor REAL de sua PLR, bem como o desconto que a mesma sofreu relativamente aos seus aumentos por mérito. Avaliador de PLR – Valor REAL no tempo

Link do simulador de PLR – http://simulaplr.petrobras.com.br/simulaplrframeseusdados.asp

Formamos o time dos pobres marajás ou dos marajás pobres. Levamos a fama, mas não o dinheiro.

É ético este tipo de ação contra os trabalhadores?

Aos trabalhadores.

Vinícius Camargo

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em Instrumentos e argumentos para o fortalecimento do trabalhador e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

50 respostas para PLR – Ilusão de riqueza e Ilusionismo contra o trabalhador

  1. Pingback: Petrobras dá uma freada de arrumação, mas tem Resultados Espetaculares e concede Descontos Bilionários!!! (Resultado 2° Tri 2012) | Blog do Petroleiro 2020

  2. Pingback: OPINIÃO: PLR 2011/2012 – Tudo ilusão: a “Carreira”, o “Avanço” de nível e promoção e o PAC dos novos em 2011* : Oposição – Sindipetro Unificado de SP

  3. Pingback: PLR 2011/2012 – Tudo ilusão: a “Carreira”, o “Avanço” de nível e promoção e o PAC dos novos em 2011 | Blog do Petroleiro 2020

  4. Pingback: A FUP/RH quer melar a eleição de mais um candidato independente e de oposição?!!! | Blog do Petroleiro 2020

  5. Pingback: Petrobras tem Resultados e Lucros Espetaculares mesmo concedendo Descontos Bilionários !!! | Blog do Petroleiro 2020

  6. Petrobras tem Resultados e Lucros Espetaculares mesmo concedendo Descontos Bilionários !!!

    Resumo 1ºTr/2012
    Relatório 1ºTr/2012

    Resultados:
    -A geração operacional de caixa (EBITDA) atingiu R$ 16 bilhões 521 milhões, 18% superior ao último trimestre de 2011 e 4% maior que a do 1º trimestre de 2011;
    -A produção total de petróleo e gás natural subiu 2% em relação ao 1º trimestre do ano passado, alcançando a média de 2 milhões e 676 mil barris/dia;
    -Derivados: crescimento da produção (+3%) e venda (+10%) no mercado interno em comparação com o mesmo período de 2011;
    -Investimentos de R$ 18 bilhões 20 milhões, sendo 52% nas atividades de Exploração e Produção;
    -Geração de impostos, taxas e contribuições sociais correntes – 18,661 Bilhões de Reais;
    -As participações governamentais no País, em 2012, aumentaram 28% – 8,066 Bilhões de Reais;
    -Iniciada a produção do campo de Cascade, no Golfo do México, em águas profundas;
    -Novas descobertas no pré-sal: Carioca Sela e Carcará na Bacia de Santos, Pão de Açúcar na Bacia de Campos;
    -Novas descobertas no pós-sal: Leste do Igarapé Chibata na Bacia do Solimões e Tambuatá na Bacia do Espírito Santo.

    Lucros:
    O lucro líquido do trimestre aumentou 82% na comparação com o 4º trimestre de 2011 e foi 16% menor na comparação com o mesmo período de 2011.

    Descontos (De 5,7 a 9,2 Bilhões de Reais):
    Comparativo sem descontos (1ºTr/2009 e 1ºTr/2010):

    Considerando o desempenho operacional e financeiro relativos aos resultados do 1º Tri/2009 , quando não se sentia haver uma política de descontos, podemos inferir que os mesmos, chegam em 2012, a casa dos 9,238 Bilhões de Reais (4,639+4,599). Da mesma forma, se formos aos resultados do 1º Tri/2010, já com um resultado reduzido no ABAST, podemos inferir que os descontos chegam a casa dos 5,715 Bilhões de Reais (1,116+4,599).

    Parabéns a todos os trabalhadores do Sistema Petrobras!!!!

  7. Pingback: A fup está com medo do voto direto dos trabalhadores?! (Eleição CA – 2012) | Blog do Petroleiro 2020

  8. Petrobrás dá desconto:
    foram 13Bilhões 684Milhões de Reais nos combustíveis em 2011

    Resultado da Petrobras em 2011 – http://www.petrobras.com.br/ri/Show.aspx?id_materia=zD0dn1mdcaHecO40ABoljA==&id_canal=0VoiG4kRNDYH1xC6JesJnw==&id_canalpai=/zfwoC+leAQcwFyERVZzwQ==

    O resultado divulgado pela PETROBRAS (09/02/2012) demonstra o compromisso da maior empresa brasileira em sempre contribuir com as necessidades de seu País.

    Avaliando, nos anos 2010 e 2011, o lucro líquido do segmento Abastecimento (ABAST), responsável por todo o refino, distribuição e importação de derivados/combustíveis, se pode inferir, considerando o mesmo desempenho operacional de 2010, que o desconto nos preços dos combustíveis, alocados na Área do ABAST, foram de, no mínimo, 13,684 Bilhões de Reais.

    Por essas e outras, que devemos avaliar o desempenho de uma Companhia, não só pelos lucros que a mesma ofereça, mas, também, pelos seus Resultados, isto é, pela contribuição econômica, financeira, política e social que cria e repassa em benefício de todo o País.

    Êta, desconto bem-vindo!!! Segurou a inflação, subsidiou todas as demais atividades econômicas e proporcionou, ao Brasil, continuar crescendo e gerando novos empregos!!!

    Cuidemos bem desse patrimônio tão valioso que é a competência do povo brasileiro !!!!

    Lucro bruto = R$ 77,2 bilhões em 2011
    Lucro bruto = R$ 76,2 bilhões em 2010

    Lucro Líquido = R$ 33,3 bilhões em 2011
    Lucro Líquido = R$ 35,2 bilhões em 2010

    Piso de Descontos = R$ 13,68 bilhões em 2011
    Piso de Descontos = R$ 00,00 bilhões em 2010

    Lucro Líquido + Descontos = R$ 46,98 bilhões em 2011

    • Diante desses Resultados e Lucros o Conselho de Administração quer reduzir a PLR do ano de 2011

      Informativo da FUP – http://www.fup.org.br/email_geral/fup_887.pdf
      Acionistas votam proposta que reduz provisionamento da PLR 2011 e aumenta os dividendos. Nesta segunda-feira, 19, a Assembléias Geral Extraordinária dos Acionistas da Petrobrás avaliará o balanço financeiro de 2011, onde a empresa propõe reduzir em 7,73% o provisionamento da PLR e aumentar em 2,33% os dividendos, comparativamente ao exercício de 2010. Se os acionistas aprovarem o balanço,
      o valor provisionado para quitação da PLR representará 4,47% do lucro líquido de 2011,
      ou seja, um dos menores índices dos últimos anos. A PLR 2010 representou 4,58% do lucro líquido, enquanto a de 2009 representou 4,74%.

      Apesar do lucro líquido da Petrobrás em 2011 ter caído 7,72% em relação ao exercício
      anterior, o montante proposto pela empresa para o pagamento dos dividendos aos acionistas cresceu 2,33% no mesmo período. Ou seja, a lógica dos gestores da Petrobrás é remunerar o acionista, em detrimento do trabalhador, que é
      o principal responsável pelos resultados da empresa. Torna-se, portanto, cada vez mais
      necessário estabelecermos regras claras e democráticas para a distribuição justa dos lucros construídos pelos trabalhadores.

  9. Pingback: A Contradição da fup e sua gestão de RH – Resultado da Petrobras no 1º Semestre de 2011 | Blog do Petroleiro 2020

  10. Vinícius Camargo disse:

    PLR: Nova proposta da Petrobrás é uma afronta à categoria. FNP indica rejeição
    http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/?p=8720

    A Petrobras apresentou agora pouco, às 15 horas, a nova proposta de PLR aos sindicatos da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e Sindipetro-RJ.

    Em relação à primeira proposta, feita no dia 9 de junho, há mais de um mês, a empresa aumentou o valor de PLR em apenas R$ 1 mil. Além disso, o valor fixo (abono) oferecido para todos os empregados teve um acréscimo de R$ 380,00 em relação ao primeiro valor.

    Diante desta proposta extremamente rebaixada, que mais parece uma brincadeira de mau gosto, a FNP indica sua rejeição. Os sindicatos da FNP já estão articulando o calendário de assembleias para que a categoria recuse em peso mais uma afronta da companhia aos trabalhadores e decida quais serão os próximos passos das mobilizações por uma PLR Máxima e Igual para Todos.

    Em documento oficial, a empresa afirma que “esta proposta traduz o empenho máximo da Companhia” e que “esta é a sua última proposta”. No entanto, o que esta proposta de fato traduz é o enorme contraste entre aquilo que a empresa lucra e reserva aos trabalhadores.

    Além disso, esta proposta tenta banalizar a grande farra que virou a distribuição generosa dos lucros aos acionistas e à Diretoria, tendo como exemplo mais gritante os R$ 400 mil que cada um dos sete senhores da Diretoria irão receber entre PLR e bônus. Farra, diga-se de passagem, financiada com o trabalho e suor dos mais de 80 mil petroleiros prejudicados por essa política de arrocho salarial e ataque aos nossos direitos.

    Temos direito a 25% dos dividendos distribuídos aos acionistas, PLR Máxima e Igual para Todos!

    • Nelson Jr. disse:

      Parafraseando seu comentario de 14/07, “Ja vimos essa estoria…” Soh q desta vez a fup (sindicato amigo da onça) ja cruzou os braços na luta por um percentual maior e bate os pezinhos dizendo que o unico impecilho eh a distribuiçao do bonus aa base social da empresa. Bem, essa distribuiçao pode ate ser imoral, mas nao me parece haver nada de ilegal nisso. De modo que os sindicatos da FNP e todos os que estao percebendo a armaçao deveriam se organizar para lutar pelo que realmente interessa: um percentual maior em relacao aos dividendos pagos. Se obtivermos um valor bem proximo dos 25%, com certeza sobrará, eh isto mesmo, “sobrará” menos para a distribuicao do bonus, pois o bonus nada mais eh do que sobra de uma PLR que era possivel, mas os nao-conscientizados abriram mao.

  11. Vinícius Camargo disse:

    Já vimos essa estória de última proposta e mesmo quando vários sindicatos assinaram a proposta, a base começou a recusar a proposta nos demais sindicatos e, posteriormente, conquistou nova e melhor proposta.

    Olhem o informe do RH:
    http://portalpetrobras.petrobras.com.br/PetrobrasPortal/linkbuilder/desktop?contentType=dctm_noticia&idConteudo=petro_noticia_000751&area=a_petrobras&areaAtual=a_petrobras

    Consultem o simulador de PLR:
    http://simulaplr.petrobras.com.br/simulaplrframeseusdados.asp

    E avalie sua PLR nos simuladores:
    Valor no seu salário por mês – https://petroleiro2020.files.wordpress.com/2011/06/avaliador-de-plr-quanto-equivale-no-seu-salc3a1rio-mensal-o-total-da-plr.xls

    Valor corroído pela inflação: https://petroleiro2020.files.wordpress.com/2011/06/avaliador-da-plr-no-tempo-valor-real.xls

  12. Vinícius Camargo disse:

    UNIÃO DOS PETROLEIROS / FNP
    Boletim da OPOSIÇÃO no Sindipetro Caxias – #10 – 14.julho.2011
    Construindo a FNP – Federação Nacional dos Petroleiros
    uniaodospetroleiros@gmail.com
     
    PLR extra para cargos comissionados não pode existir. Mas o que devemos mesmo exigir é
    PLR MÁXIMA E IGUAL PARA TODOS JÁ!
     
    Depois das mobilizações da semana passada, Petrobrás convocou FNP, FUP e sindicatos para reunião de negociação. Mas nenhuma proposta foi apresentada.
     
    Com a conversa de “construir a proposta”, o RH mais uma vez estica a corda com a categoria. De qualquer maneira, foi prometida a apresentação, para os 17 sindicatos, de uma nova proposta, com valores concretos, para hoje (dia 14, quinta-feira) às 15h.
     
    No último boletim, a FUP fez o que já alertávamos: elegeu o “subôrnus” como praticamente a única bandeira e o único empecilho para aceitar a proposta da empresa.
     
    É claro que estamos contra a distribuição privilegiada da PLR, mas, afinal, qual a proposta do sindicato?
     
    Aí tem coisa! Por um lado, tenta passar a historinha da PLR futura, que condiciona esta remuneração a metas de produtividade. Por outro, utiliza a raiva dos trabalhadores contra o bônus-pelego para não lutar por mais nada.
     
    Em mais um lance teatral, a FUP divulgou que se reuniu com Gabrielli. A mesma conversa: nada de valor da PLR, apenas exigência de promessas de boa vontade da empresa.
     
    Quer dizer que se Diego Hernandes jurar que não vai pagar o bônus, vamos aceitar qualquer valor de PLR? Inclusive sabendo que a Petrobrás tem outros meios de distribuir um dinheirinho extra pros seus gerentes? E os R$200.000,00 de bônus e mais R$200.000,00 de PLR já destinados aos diretores (R$400.000,00 para cada um), tá tudo certo?
     
    Afinal, Sindipetro Caxias, qual o valor de PLR pelo qual estamos lutando ?!
     
    A outra grande exigência, vejam só, é que a Petrobrás “se posicione” a respeito da PLR Futura, ou seja, diga qualquer coisa para enrolar os trabalhadores. Esta proposta de PLR Futura é ruim, já discutimos isso no boletim passado. A FUP não deveria nunca ter apresentado esta proposta.
     
    Mas até para seu próprio objetivo, exigir apenas um “me engana que eu gosto” mostra a que ponto chegou o sindicalismo chapa branca…
     
    A próxima pedra já está cantada: se vier proposta rebaixada, temos que rejeitar e construir uma mobilização unificada dos 17 sindicatos!

  13. Vinícius Camargo disse:

    FNP articula Mobilização Nacional com Paralisações e Estado de Greve
    http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/wp-content/uploads/2011/07/boletim_PLR_julhoo.pdf

    A proposta da empresa é tão ruim que até a federação do governo, e seus sindicatos, decidiram rejeitar a proposta, propor estado de greve e um calendário de paralisações, entre os dias 6 a 8 de julho, para pressionar a Petrobrás.

    No entanto, todos sabemos que para que esta campanha de PLR não se transforme em um novo teatro, e para se conquiste o que já é nosso direito, deve haver a coordenação entre as duas Federações e seus respectivos Sindicatos a fim de que se faça uma forte e, verdadeiramente unificada, mobilização nacional.

    Por isso, é importante que se construa um calendário unificado, com a participação nas mobilizações em 07 de julho, bem como todos nos organizando para enfrentar uma provável nova proposta rebaixada e indiferente, incoerente, com os lucros, resultados, dedicação e comprometimento de todos os trabalhadores na realização de tanto, em favor da empresa e do país.

    Nesse sentido, entendo que a FNP e a FUP, e os Sindicatos envolvidos, devem se propor, e, após um acordo, propor a todos os trabalhadores da Petrobrás, as seguintes ações e calendários:
    – Realização de assembléias, setoriais e atos com atrasos nas entradas, até o dia 6 de julho;
    – Que seja votado o Estado de greve;
    – Que seja votado novo calendário unificado e a disposição de lutar até conquistar os 25% do montante distribuído em dividendos aos acionistas;
    – Definição das paralisações no dia 07 de julho;
    – E, preparar os trabalhadores para novas paralisações a partir de 11 de julho.

    É fundamental respeitar a diversidade política e de opções dos diferentes trabalhadores de cada base sindical.

    Unificação não deve significar eugenia, exclusão e discriminação do diferente, deve, sim, significar União em favor de todos os petroleiros, inclusão e respeito à diversidade na representação sindical e à diversidade dos próprios trabalhadores.

  14. Vinícius Camargo disse:

    PLR 2011 – “Outra” proposta da Petrobras

    Do site do Norte Fluminense – Proposta de PLR é rebaixada!
    http://www.oposicaonf.com/news/proposta-de-plr-e-rebaixada-/

  15. Vinícius Camargo disse:

    Petrobrás não apresenta proposta. FNP está reunida para debater negociação
    http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/?p=8321

    Contrariando a expectativa da categoria e dos sindicatos que formam a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), a Petrobrás não apresentou nova proposta durante a 2ª rodada de negociação, realizada na manhã desta terça-feira (21/06), no Rio de Janeiro.

    A justificativa dos representantes da empresa é de que a Petrobrás quer avançar na proposta em conjunto com os trabalhadores. Diante disso, afirmou que espera construir com os sindicatos um novo valor. Por conta do impasse, os dirigentes da FNP estão reunidos na tarde desta terça para debater a negociação e traçar os próximos passos.

    Os dirigentes aguardam da empresa o anúncio de uma nova proposta, uma vez que o primeiro valor não atende as expectativas dos trabalhadores. A Petrobrás não pode se furtar do seu papel e obrigação de propor aos trabalhadores um valor que seja compatível com a riqueza produzida ao longo de 2010.

    • Vinícius Camargo disse:

      Caros colegas, já vi esta estória antes.

      Depois, vão fazer uma reunião com o pessoal da fup e falarão que, de lá, se construiu uma nova e belíssima proposta que os trabalhadores não poderão recusar. Diga-se de passagem, deverá ser mais uma proposta para dividir mais ainda a categoria.

      Então, novamente, vão colocar o simulador no ar, com os números de cada um, isolando cada trabalhador e mostrando aos gerentes o menor valor que voltarão a ganhar se apoiarem seus subordinados – técnica do medo; depois vão soltar informes dizendo sobre a grande proposta e a vitória da fup – técnica do já está tudo decidido – e, em seguida, correr para votar a proposta irresistível, e passarão com o rolo compressor sobre os trabalhadores em todas as assembléias – técnica do quem é você para querer discutir alguma coisa !.

      Abram o olho !!! Avaliem os enormes ganhos que os petroleiros tem distribuído aos governos e acionistas, versus, o que representa, de fato, o valor da PLR em seu salário mensal. Consultem o blog do petroleiro2020 as planilhas para avaliar o quanto está valendo sua PLR (por mês e o quanto a inflação já a desvalorizou).

      Nestes últimos 8 anos a inflação comeu uns 50% do valor do seu dinheiro. Se ficar recebendo o mesmo valor ou só um pouquinho mais, na verdade, estará aceitando a redução de sua PLR e de seu Salário Anual, e pior, estará aceitando, o não reconhecimento de todos os lucros e resultados que gerou em favor da Petrobras, dos Governos (Federal, Estados e Municípios), e por fim, de todo o País.

    • Vinícius Camargo disse:

      Informe da fup – http://www.fup.org.br/noticias.php?id=5217

      Petrobrás não avança na negociação da PLR e FUP convoca Conselho Deliberativo para o dia 27

      Imprensa da FUP

      Nesta terça-feira, 21, a FUP voltou a se reunir com a Petrobrás para dar continuidade à negociação da PLR, reiterando que a proposta apresentada no último dia 09 não contempla os petroleiros. A Federação cobrou uma nova proposta da empresa, com base nas reivindicações dos trabalhadores referentes à PLR futura e à distribuição igual para todos de 25% dos dividendos pagos aos acionistas. Através da assessoria econômica do Dieese, a FUP comprovou em mesa que a Petrobrás tem plenas condições de atender à proposta da categoria, contemplando por igual todos os trabalhadores, valorizando, desta forma, quem de fato produz as riquezas geradas para o país.

      Bônus – Outro ponto enfocado pela FUP na reunião foi o repúdio a qualquer tipo de privilégios para as gerências e demais cargos comissionados. A Federação cobrou que Petrobrás não repita o indecoroso pagamento de bônus que foi feito no ano passado. A empresa, além de não ter apresentado uma nova proposta, também não atendeu à cobrança da FUP, negando-se a assumir qualquer compromisso de que não haverá privilégios para os cargos de confiança. A FUP ressaltou que esta questão é ponto fundamental para o processo de negociação da PLR.

      PLR futura – A FUP também voltou a cobrar um posicionamento da Petrobrás sobre as PLRs futuras, mas a empresa continua sem uma resposta, alegando que depende de decisão do DEST. Na próxima terça-feira, 28, a FUP terá uma reunião com o Departamento para tratar desta questão.

      Conselho Deliberativo – Diante da recusa da Petrobrás em avançar nos pontos cobrados pelos trabalhadores, a FUP está convocando uma reunião do seu Conselho Deliberativo para a próxima segunda-feira, 27. A direção da FUP e os sindicatos filiados irão discutir e apontar os próximos passos da campanha de PLR, inclusive um calendário de mobilizações para fazer a empresa avançar na negociação.

  16. Vinícius Camargo disse:

    PLR: FNP pressiona e Petrobrás marca 2ª rodada de negociação para terça (21/06), às 10h, no RJ
    http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/?p=8254

    • Nelson Jr. disse:

      Sera que nao era hora de estudarmos uma mudanca de estrategia na forma de lutarmos por uma PLR mais justa, quem sabe estabelecendo no ACT um valor fixo em percentual dos dividendos pagos aos acionistas. Caberia num primeiro momento negociar este valor e faze-lo chegar o mais proximo possivel dos 25% e nos acordos seguintes, buscar um acrescimo neste numero.
      Sabemos que historicamente o percentual pago mal chega, anualmente, aos 15%. Exceto nos tempos em que os dividendos eram apenas uma minima parcela do valores vultuosos dos tempos atuais. Ou seja, quando a empresa iniciou sua trajetoria de lucros colossais, que diga-se de passagem coincidiram com o inicio do governo Lula, onde os dividendos passaram a crescer em progressao geometrica, vimos nossa PLR cair percentualmente numa progessao aritimetica.
      Enfim, na verdade seria, como disse, apenas uma mudanca de estrategia, contudo sem jamais esquecer a bandeira historica de uma PLR maxima e linear.

      • Vinícius Camargo disse:

        Caro Nelson, o instrumento da Participação nos Lucros e Resultados deve ser pensado considerando tanto as questões de resultados (operacionais, administrativos, econômicos (royalties, impostos, contribuições e participações repassadas aos entes interessados)) quanto a questão do lucro (finaceiro e econômico).

        A Lei da PLR é contra o trabalhador, pois, ao invés de estabelecer um percentual mínimo do lucro a ser distribuído entre os trabalhadores, a mesma limita este percentual a uma parcela de parte do lucro que for distribuído aos acionistas (dividendo), isto é, o trabalhador só ganha até 1/4 do que o acionista decidiu se dar, em dinheiro, de todo o lucro que o trabalhador criou.

        Entendo seu ponto de vista, mas penso que devemos aprofundar o debate para que a categoria entenda que não está sendo reconhecida pelo que vem entregando ao Governo e, aí, buscar um modelo que congregue melhores salários e carreira e o coerente e proporcional reconhecimento tanto dos resultados como dos lucros em um programa de PLR.

  17. Vinícius Camargo disse:

    Petroleiros do Litoral Paulista rejeitam proposta de PLR da Petrobrás
    http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/?p=8234

  18. Vinícius Camargo disse:

    PLR: Petrobrás apresenta proposta e FNP indica rejeição. Assembleia é quarta!
    http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/?p=8203

    Não foi necessário deixar a mesa de negociação para a FNP entender que a proposta está muito aquém da riqueza gerada pelos trabalhadores ao longo de 2010. Logo após o anúncio da proposta, os sindipetros presentes deixaram claro que irão indicar para a categoria petroleira a rejeição da proposta.

    Em 2010, a Petrobrás obteve um lucro de 35,2 bilhões – 19,5% maior que o registrado em 2009. Para uma meia dúzia de acionistas, a companhia mais uma vez foi generosa e decidiu remunerá-los com R$ 11,7 bilhões, um aumento de 40% comparado a 2009. Para nós trabalhadores, que representamos mais de 70 mil empregados, a empresa reservou apenas R$ 1,691 bilhões, valor cujo uso integral não foi garantido pelo RH Corporativo.

    A alta administração da Petrobrás ainda propôs como montante de PLR a ser distribuído aos membros da Diretoria R$ 1.400.714,79 e valor igual como “bônus por desempenho”, chegando a R$ 2.801.429,58. Isto significa em média R$ 400 mil para cada um dos sete membros da Diretoria Executiva. Soma-se a isso o fato de que a remuneração fixa anual destinada à Diretoria é de R$ 6.575.577,76.

    Se os responsáveis por gerar os consecutivos recordes da empresa continuam recebendo apenas as migalhas, o mesmo não podemos dizer dos 20 executivos que integram a alta cúpula da empresa (Diretoria Estatutária, Conselho de Administração e Conselho Fiscal). Juntos, eles receberão R$ 11.114.122,06. Para piorar, questionada se neste ano haverá um novo bolsa-bônus de R$ 90 milhões, a empresa não soube responder.

  19. SÉRGIO SOUZA disse:

    Companheiros já ouvi alguns comentários que o IRPF sobre a PLR dos trabalhadores é bi-tributação e que os acionistas não pagam imposto de renda sobre os lucros obtidos. Já existe algum encaminhamento para reenvindicarmos o não pagamento de imposto de renda sobre a PLR e a devolução dos valores pagos?

  20. Vinícius Camargo disse:

    Metalúrgicos da Volks no Paraná conquistam PLR e reajuste e encerram greve de 39 dias

    Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, trabalhadores poderão receber R$ 21.800 nos próximos 12 meses, além de 15% a 20% de aumento
    http://www.redebrasilatual.com.br/temas/trabalho/2011/06/metalurgicos-da-volks-conquistam-plr-e-reajuste-e-encerram-a-greve-no-parana

  21. Vinícius Camargo disse:

    O risco da Banalização da PLR
    SÉRGIO AMAD COSTA
    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110226/not_imp684774,0.php

  22. Eu disse:

    A empresa vive pedindo pelo pior… pra depois botar a culpa nos empregados do “baixo clero” diante da mídia… o mesmo que acontece na PLR… acontece no PRR(“Reconhecimento e Recompensa”… ou seja lá o nome que darão no futuro)… os critérios não são empregados e muitos que teriam direito por mérito e classificação não ganham o que merecem… são favorecidos outros que tem relação de amizade maior… onde trabalho, TODOS os gerentes ganharam… e o valor é altíssimo… já grande parte dos merecedores, como eu… (SUPEROU A EXPECTATIVA)… fiquei a ver navios…

  23. Vinícius Camargo disse:

    Enquanto os valores da PLR 2010 cresceram 12,44% em relação ao exercício de 2009, os dividendos dos acionistas subiram 40,42% no mesmo período. Essa é a prática do reconhecimento de todo esforço do trabalhador: limitam o pagamento da PLR em 25% do que os acionistas receberam, e, pior, muito menos é provisionado para a distribuição entre os que fazem a Companhia crescer e acontecer !!!!

  24. Vai aí, o link da proposta: http://www.fup.org.br/noticias.php?id=5176

    Use o simulador e vejam se a proposta da parte Petrobrax, da Petrobrás, chega perto do percentual de crescimento que, só os lucros de 2010, sem falar nos Resultados, tiveram em relação ao mesmo período de 2009. O crescimento do lucro líquido chegou a 19,5%. Veja se, pelo menos, o valor líquido real (no seu bolso), por mês, chega aos 19,5%, pelo menos.

    Ainda, comparem com o aumento de 21% na remuneração global dos Diretores. Cada um receberá, em média, R$ 400.000,00 da soma: PL(participação nos lucros) + Bônus por RESULTADOS.

    Não recebemos a parte dos RESULTADOS nos últimos 8 anos, pelo menos.

COMENTÁRIOS? Os faça no quadro abaixo. Caso queira responder a um comentário já realizado, clique no link "Responder" do respectivo comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s