A União da Categoria, a Política e os Sindicalistas

Aqueles . . . Sindicalistas !!!!

Entendo que a união da categoria não se dá somente pelo acordo entre as forças políticas instaladas nas respectivas federações e sindicatos, mais, pela atuação, desejo e união de vontades dos trabalhadores, do que chamam base. Os trabalhadores são o núcleo e razão dos Sindicatos, e, mais distantes, integram as Federações.

Os trabalhadores tem que agir, participar, para mudar o quadro e as ações desviantes de seus interesses. Se o fizerem, ou mudarão os dirigentes ou os dirigentes mudarão, sejam dos Sindicatos e Federações ou da PETROBRÁS.

Durante a campanha de PLR escrevi nesse sentido:
https://petroleiro2020.wordpress.com/2011/08/24/novo-quadro-nacional/
https://petroleiro2020.wordpress.com/2011/07/30/so-falta-a-uniao-por-cima/

Tenho visto, no debate, a condenação da atuação político-partidária nos Sindicatos e Federações. Nesse sentido, citaram um texto da Lúcia Hipólito, que entendo necessário comentá-lo . . .
http://oglobo.globo.com/pais/noblat/luciahippolito/posts/2009/08/22/a-vitoria-dos-pelegos-215894.asp

O final, “O Triunfo da Pelegada”, é um pouco forte.

Todos ouvimos falar dos processos de cooptação e corrupção partidária, a Lúcia Hipólito o aplicou a um partido que chegou ao Poder, nesse caso o PT.

Não penso como ela, mas entendo o tipo de pensamento. Discordo.

Entendo que os colegas integrados aos Sindicatos e Federações (do PMDB, DEM, PSDB, PT, PDT, PCB, PSB, PV, PSOL, PSTU e todos os outros), mesmo fazendo parte de partidos ou não, por esta razão, não desmerecem seus papéis sindicais, de diretores, coordenadores, ativistas políticos.

Os seres humanos são plenos de conflitos, e todas as suas instituições também. Os sindicatos não fogem ao problema ou condição.

Entendo que o problema é que a Política tem sido terceirizada por nós, “simples mortais”, sem partidos ou sem tomar partido.

Algumas vezes falamos, esses sindicalistas . . . , aqueles pelegos . . ., e aqueles políticos corruptos . . ., sempre são os outros exercendo a mais estratégica das ações humanas que é a Política. Enquanto embarcarmos na falsa publicidade do nojo da Política, aos invés do nojo de certas práticas de politicagem, nos afastaremos do que é primordial se envolver para influenciar nossas vidas.

O Sindicato, o Sindicalismo, é um braço da Política que ao longo de nossa história teve sua imagem desconstruída, desde sempre, pejorativamente. São os Sindicalistas !!! Pejorativamente !!! Por que? Porque o Sindicalismo é a porta de entrada e o exercício da Política pelo pobre, pelo trabalhador. E onde já se viu pobre ou trabalhador se intrometer em meio em que se decide os rumos da Nação ou de uma Companhia? A aristocracia, a plutocracia, sempre desejou impedir a emancipação do pobre e do trabalhador na direção e defesa de seus pobres direitos. Nesse sentido, vemos o quanto foram incutidas idéias, nas mentes dos trabalhadores, que participar do sindicato é ser revoltado, baderneiro, preguiçoso etc. São as teses para nos afastar de uma fonte de poder, de um direito, que é de organização para exercer a Política.

Por tudo, não existe almoço grátis. Se não gostarmos da política, minúscula, mesquinha e corrupta, devemos participar para mudá-la. Devemos participar, nos integrar e fazer Política.

Enquanto tivermos partidos e sindicatos de que não participamos, só por coincidência eles terão um pouco do que consideramos correto.

Sei que não é nada fácil para os colegas de todos os Sindicatos, sejam da FUP ou FNP, exercerem seus papéis, os primeiros no interesse do Governo e os segundos nas necessidades dos Trabalhadores, pois os julgamentos de quem não está tão próximo é muito precário.

Para todos melhorarmos, temos que tentar fazer nossos colegas participarem para nos fortalecermos e, todos, mais dirigirmos nossas próprias vidas.

E, quando ganharmos uma negociação, ganharmos todos e, se a perdermos, perdermos todos, e não só aqueles . . . Sindicalistas !!!!

Abraço a todos !!!

Anúncios
Galeria | Esse post foi publicado em Instrumentos e argumentos para o fortalecimento do trabalhador, Métodos de opressão e perseguição e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para A União da Categoria, a Política e os Sindicalistas

  1. Pingback: Eleição de Trabalhador CA_Petrobras_2013 – Declaração de Apoio e Voto em Sílvio Sinedino | Blog do Petroleiro 2020

  2. Pingback: Demonstre, no voto, pela ação e não pela omissão, a sua posição – Eleição 2012 – CA Petrobras | Blog do Petroleiro 2020

  3. Pingback: ELEIÇÃO DO REPRESENTANTE DOS EMPREGADOS DA PETROBRAS PARA O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO (2012) | Blog do Petroleiro 2020

  4. A FUP, enquanto isso . . .

    FUP
    http://www.fup.org.br
    Imprensa da FUP

    Leia o editorial publicado na edição 1012 do Primeira Mão, com a resposta da diretoria da FUP sobre a unidade proposta pelos dirigentes dos sindicatos dissidentes:

    O “bode” da unidade cobrada pelos divisionistas
    http://www.fup.org.br/noticias.php?id=5616

    Nosso comentário: Não fazer o Acordo Político, que Fortalece a Categoria, é prova de fraqueza.
    É uma pena que não estejam respeitando a vontade e necessidade da Categoria como um todo, já demonstradas na negociação da PLR por todas as bases, fossem da FNP ou da FUP.

    Os trabalhadores se unirão de qualquer jeito e forma, mesmo que a FUP não queira ou não contribua para a sua união e coordenação.

    Entendo que, politicamente, a FUP vem perdendo muito espaço. E a formação da Coordenação Nacional explicitaria o quanto (vide resultado na eleição da PETROS). Assim, a desunião imposta pela FUP, é uma tentativa de resistência ao avanço, nos corações e mentes da categoria, de que a mesma tem impedido o trabalhador de exercer a sua força real e total e, que por isso, é fundamental criar alternativas aos seus quadros, (ex.: a FNP) de modo que realmente lhe sirvam.

    Falta humildade aos colegas da FUP para entenderem que não são os colegas da FNP que denunciam seus erros e posturas e lhes apontam como “pelegos”, “entreguistas”, “chapa branca”, mas, quando estes o fazem, expressam o sentimento de grande parte da Categoria Petroleira.

    Burros, sabemos que os senhores não são. Estão perdendo o respeito da Categoria e permanecerão a perdê-lo se não tiverem a nobreza de, agora, unir com adversários político-sindicais, a FNP, para derrotar o Patrão que se comporta como inimigo. Se o fizerem, agora, perderão, em um primeiro momento, mas ainda terão a chance de reconquistar o respeito da categoria. Se passar o momento, perderão tudo.

    Reavaliem. Voltar atrás, para consertar os erros, não é sinônimo de fraqueza, mas não fazer o Acordo Político, que Fortalece a Categoria, é prova de fraqueza, é um erro fundamental que os senhores, individualmente e pessoalmente, serão cobrados.

    É uma pena o que estão fazendo com o que foi construído a duras penas.

    A FUP foi um instrumento fundamental para a categoria. Entendo que as atitudes e ações de seus dirigentes, a exemplo dessa, a estão destruindo e, por isso, nasceu e cresce, a passos largos, a FNP, uma nova Coordenação Nacional dos Petroleiros.

  5. Vinícius Camargo disse:

    Entendo que todos os empregados, sejam de que geração forem, já perceberam e sentem as artimanhas utilizadas para desvalorizar seus trabalhos e os respectivos lucros e resultados que entregaram e entregarão.

    As pessoas não acreditam mais nas estorinhas. Querem ver o justo, a justiça, o correto tratamento e respeito.

    Enquanto isso . . . estão gastando milhões e milhões com o lançamento de campanhas e propagandas para tentar reverter o sentimento de nossa categoria que reverbera por nossas famílias:

    – Internamente, com http://publicointernopetrobras.com/feitoamao/site/index.aspx; e

    – Externamente, para o público em geral, especialmente, para os universitários Sonhadores, a seguintes campanhas

    http://portalpetrobras.petrobras.com.br/PetrobrasPortal/appmanager/portal/desktop?_nfpb=true&_pageLabel=dctm_noticia_a_petrobras&idConteudo=petro_noticia_000919&areaAtual=a_petrobras

    http://www.petrobras.com.br/venhacomagente/

    Comentário baseado em: http://sindipetrolp.tempsite.ws/site/?p=10243&cpage=1#comment-2601

COMENTÁRIOS? Os faça no quadro abaixo. Caso queira responder a um comentário já realizado, clique no link "Responder" do respectivo comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s